terça-feira, abril 13, 2021

Regional de Campinas retrocede para fase laranja do Plano São Paulo


Governo estadual anunciou a 23ª classificação nesta sexta-feira (26). Região estava na fase amarela desde 5 de fevereiro, mas houve aumento na taxa de ocupação dos leitos de UTI Covid. Nova reclassificação do Plano SP coloca região de Campinas na fase laranja
Governo de SP
O governo estadual decidiu, nesta sexta-feira (26), retroceder a região de Campinas (SP) para a fase laranja do Plano São Paulo, que define as fases de abertura das atividades econômicas durante a quarentena contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2). Esta é a 23ª classificação do plano.
A reclassificação para uma etapa mais restritiva se deu por conta da alta na taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para Covid-19 no Departamento Regional de Saúde 7 (DRS 7), com sede em Campinas. Segundo o estado, o índice está em 73,4%.
Em outros três critérios, o DRS 7 segue com indicadores da fase amarela. São eles: novos casos por 100 mil habitantes, novas internações por 100 mil habitantes e novas mortes por 100 mil habitantes. Um quinta critério, o de oferta de leitos de UTI Covid a cada 100 mil moradores, está com índice da fase verde.
Apesar da reclassificação, segue vigente o toque de restrição definido pelo governo estadual entre 23h e 5h e, em algumas cidades da região, como Campinas, Valinhos e Hortolândia, com horários mais restritivos. Veja o funcionamento das cidades da região.
Campinas, em especial, aplica desde a terça-feira as regras da fase vermelha entre 21h e 5h diante do aumento de casos graves da doença e pressão por leitos de UTI na rede.
Veja os indicadores da regiões na nova reclassificação do Plano São Paulo, apresentada nesta sexta-feira (26)
Governo de SP
Regras da fase laranja
Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido;
Capacidade de ocupação: antes era de 20% e vai para 40% em todos os setores;
Funcionamento máximo: ampliado de 4 para 8 horas por dia;
Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser feito até 20h;
Parques estaduais, salões de beleza e academias: poderão abrir.
Fim da fase amarela
O DRS 7 havia passado da fase laranja para a amarela na reclassificação de 5 de fevereiro, que começou a valer no dia seguinte, um sábado. Agora, com a nova reclassificação, fica sob as regras da etapa laranja novamente.
Os municípios que compõem o DRS 7 são:
Águas de Lindóia, Americana, Amparo, Artur Nogueira, Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Cabreúva, Campinas, Campo Limpo Paulista, Cosmópolis, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jaguariúna, Jarinu, Joanópolis, Jundiaí, Lindóia, Louveira, Monte Alegre do Sul, Monte Mor, Morungaba, Nazaré Paulista, Nova Odessa, Paulínia, Pedra Bela, Pedreira, Pinhalzinho, Piracaia, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Serra Negra, Socorro, Sumaré, Tuiuti, Valinhos, Vargem, Várzea Paulista e Vinhedo.
A regional de São João da Boa Vista, que conta com seis municípios da área de cobertura do G1 Campinas, segue na fase laranja. São eles: Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Itapira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim e Santo Antônio do Jardim.
Fase vermelha em Campinas
Campinas publicou, na manhã de terça, o decreto que a determina regras da fase vermelha, a mais restritiva do Plano SP, entre 21h e 5h na metrópole. Com isso, apenas atividades essenciais podem funcionar no período até o dia 1º de março. Veja, abaixo, o que funciona em cada etapa.
Com a mudança, a administração anunciou o fim da tolerância de 1h no fechamento de bares e restaurantes, bem como o encerramento obrigatório das atividades em igrejas às 21h, ainda que sejam consideradas atividades essenciais.
Fase vermelha
O que fica fechado
Comércio de rua e shoppings
Bares e restaurantes
Salões de beleza, cabeleireiros e similares
Academias e centros esportivos
Serviços essenciais liberados
As atividades liberadas na classificação da fase vermelha são:
Saúde: hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas, lavanderias e estabelecimentos de saúde animal;
Alimentação: supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres. É vedado o consumo no local;
Bares, lanchonetes e restaurantes: serviços de entrega (delivery) e que permitem a compra sem sair do carro (drive-thru). Válido também para lojas em postos de combustíveis;
Abastecimento: cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção;
Logística: estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos;
Serviços gerais: lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos e bancas de jornais;
Segurança: serviços de segurança pública e privada;
Comunicação social: meios de comunicação social, inclusive eletrônica, executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens;
Construção civil, agronegócios e indústria: sem restrições.
VÍDEOS: veja as últimas notícias sobre a região de Campinas
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Com licitação travada, Campinas terá acordo emergencial no transporte por seis meses

Vinícius Riverete diz que processo está em elaboração e valor da tarifa será...

Avião da Azul faz pouso de emergência no Galeão após piloto relatar fumaça a bordo

Dois passageiros que se sentiram mal durante a situação precisaram ser atendidos pelo serviço de saúde do aeroporto....

DIG prende suspeito e apreende fios roubados que seriam trocados por drogas em Indaiatuba

Policiais civis também localizaram porções de entorpecentes, simulacro de revólver, faca e cerca de R$ 2,5 mil em...

Em 100 dias, rede municipal atende o equivalente a 11% da população de Campinas com suspeita de Covid-19

Percentual representa cerca de 133 mil pessoas que procuraram consulta médica em UBSs, UPAs ou nos hospitais mantidos...

Campinas abre agendamento da vacinação contra Covid-19 para maiores de 67 anos

Cadastro deve ser feito no site, onde será informado horário e local de aplicação. Cidade conta com cinco...
- Advertisement -