segunda-feira, abril 12, 2021

Reunião da Câmara com secretário de Saúde de Campinas discute superlotação de UTIs Covid


Cenário de internações no município foi descrito por Lair Zambon como ‘momento de extrema gravidade’. Encontro ocorre logo após o término da primeira audiência pública do ano. Reunião da Câmara com secretário de Saúde discute superlotação de UTIs Covid
Fernando Pacífico/G1
O secretário de Saúde de Campinas (SP), Lair Zambon, participa na manhã desta quinta-feira (25) de uma reunião com os vereadores do município para discutir a superlotação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes diagnosticados com Covid-19.
O encontro ocorre logo após o término da primeira audiência pública do ano, prevista para ter início às 9h30, na qual Zambon deve prestar contas e apresentar o Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior (RDQA), referente ao terceiro quadrimestre de 2020.
Por conta da pandemia, a audiência será realizada por meio do Sistema de Deliberação Remota e será transmitida ao vivo pela TV Câmara Campinas e pelas redes sociais. A população pode enviar perguntas pelo WhatsApp (19) 97829-3776.
Câmara cancela sessão presencial e volta a ter reuniões virtuais para projetos
Pressão nas UTIs
Na quarta-feira (23), a metrópole registrou 88,42% de ocupação em UTIs Covid e, pela quinta vez, possuía apenas leitos exclusivos para gestantes disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS) municipal. A situação atingiu o ápice no domingo (21), quando nem as vagas para grávidas estavam disponíveis.
Diante do cenário de superlotação, a prefeitura confirmou a contratação de 14 novas estruturas para a rede pública, passando de 107 para 121 leitos disponíveis. O SUS estadual também recebeu um reforço de mais 10 leitos no Hospital de Clínicas da Unicamp.
À época da confirmação das contratações, o secretário de Saúde destacou, em coletiva, que o período entre o paciente sair da UTI ou ir a óbito estava se definindo mais rápido no município. Além disso, ele descreveu o cenário das internações na cidade como um “momento de extrema gravidade”.
Por conta da pressão por leitos e também por identificar aumento na gravidade dos casos e mudança no perfil dos infectados, a prefeitura de Campinas adotou, desde terça-feira (23), entre 21h e 5h, as regras da fase vermelha, a mais restritiva do Plano SP – nesse horário, apenas serviços essenciais podem funcionar.
VÍDEOS: últimas notícias da região de Campinas
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Ciclista fica ferido após ser atingido por moto e arremessado em Campinas

Acidente aconteceu na tarde deste domingo (11), na Avenida John Boyd Dunlop. Homem...

Indaiatuba abre inscrições para apresentações culturais virtuais; artistas receberão R$ 750

Interessados precisam ter 18 anos ou mais e apresentar comprovante de endereço fixo na cidade. Materiais selecionados serão...

PATs da região de Campinas ofertam 324 vagas de emprego nesta segunda-feira; veja cargos

Relação inclui postos para diversos níveis de escolaridade e oportunidades exclusivas para PCDs. Em virtude da pandemia, unidades...

Moto fica partida após condutor atingir traseira de carro na Bandeirantes, em Campinas

Acidente foi na noite de sábado (10), em pista norte. Motociclista teve lesões graves, diz polícia. Moto partiu...

Covid-19: ação em Campinas lacra bar com 60 clientes e coberto por lona para 'disfarçar' abertura

Ação conjunta da Guarda e PM no Jardim São Domingos ocorreu na noite de sábado (10), segundo prefeitura....
- Advertisement -