domingo, maio 16, 2021

Silvana Jayme Montanher é uma das semifinalistas do concurso Tá Combinado


Ela sugeriu medalhão de carne moída com ervas. A receita foi escolhida na segunda fase que teve o penne ao molho vermelho como prato principal. Silvana Jayme Montanher está entre os 12 semifinalistas da segunda rodada do concurso Tá Combinado
Crédito: Arquivo pessoal
A autônoma Silvana Jayme Montanher, de 55 anos, autônoma, de São Carlos, se inscreveu no concurso Tá Combinado com o medalhão de carne moída com ervas e se classificou como uma das semifinalistas da segunda rodada.
Ela, que trabalha como vendedora de sapatos, revela que sempre gostou de cozinhar, de inventar combinações e de decorar os pratos. Na sua cidade, começou a participar do projeto Alimente-se Bem do Sesi. Foram seis anos de cursos na unidade e a participação em concursos que lhe renderam o segundo lugar em duas edições. “Tenho duas receitas publicadas no livro do Sesi”, orgulha-se.
O gosto pela cozinha vem de família. Silvana relata que sua mãe, Alexandrina, que faleceu quando ela tinha apenas 10 anos, era uma cozinheira de mão cheia. “Tínhamos um bar na época e ela era quem cozinhava tudo o que era servido ali. Até hoje minhas tias comentam do talento dela. Mas, o que eu mais me lembro é de um bolo de milho salgado que ela fazia. Sempre quando vem a lembrança, parece que sinto até o cheiro. Pena que ela não deixou a receita”, afirma.
Outra memória afetiva é da avó Ana, que cuidou dos netos. “Ela fazia um bolo em cima da chama do fogão, em uma panela com buraquinhos em cima e espetava um arame pra ver se estava bom. O cheiro vinha pela casa inteira. Um dia adaptei uma receita minha e tentei fazer. O cheiro ficou igual ao da minha infância.”, recorda-se.
Em casa, as comidas que Silvana prepara é alvo de muito elogios. Dizem que ela faz tudo com muito capricho. “Quando eu vi a propaganda do Tá Combinado, na hora pensei que não poderia perder a chance de participar”, diz. Os pratos salgados, como nhoque, lasanha, coxinha, esfirra, empadão e quiche, são os seus preferidos. Para se inscrever no concurso, optou pelo medalhão de carne moída, que já fez várias vezes em casa, e incrementou a receita.
“É um prato muito bonito, que agrada e que é barato porque hoje em dia não está dando para fazer receitas caras”, diz. Segundo ela, a família provou e disse que ficou divino.
Veja a receita:

Crédito: Arquivo pessoal
Medalhão de carne moída com ervas
Ingredientes:
½ k de carne moída
1 pacote de creme de cebola
1 ovo
1 colher (café) de ervas finas desidratadas
6 fatias de bacon
4 colheres (sopa) de azeite
6 rodelas de limão
100g de margarina sem sal
1 colher (café) de salsa desidratada
1 colher (café) de cebola em pó
1 colher (café) de alho em flocos
1 colher (café) de orégano
1 pitada de noz moscada
1 pitada de pimenta calabresa
1 colher (sopa) de shoyu
1 colher (chá) de amido de milho
½ copo de água
1 pitada de sal
Palitos para prender o medalhão
Modo de preparo:
Tempere a carne com o creme de cebola, o ovo e as ervas finas e modele como medalhão. Coloque o bacon em volta e prenda com o palito. Em uma panela de fundo grosso, aqueça o azeite e frite 3 medalhões de cada vez em fogo baixo até dourar. Depois que todos estiverem dourados, volte para a panela e abaixe o fogo. Acrescente o shoyu, o amido de milho e a água e cozinhe em fogo baixo até que os medalhões estejam prontos. Tempere a margarina com a salsa, a cebola em pó, o alho em flocos, o orégano, a noz moscada e a pimenta calabresa. Sirva os medalhões ainda quentes com uma fatia de limão e a manteiga de ervas por cima.
Clique abaixo para poder votar!
O que melhor combina com penne ao molho vermelho?
Initial plugin text
Clique aqui para conhecer os outros semifinalistas da segunda fase do concurso Tá Combinado.

Ultimas Notícias

Homem é atropelado e morre ao tentar atravessar Rodovia Santos Dumont, em Indaiatuba

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, vítima empurrava uma bicicleta quando foi atingida pelo veículo, que...

Estudante é morta a facadas pelo companheiro em Santa Bárbara d'Oeste

Janaína Amorim Pereira da Silva, 24 anos, foi encontrada morta neste domingo (16) pela mãe e irmã; suspeito...

Vacinação: 87% dos brasileiros de 70 a 79 anos receberam ao menos uma dose

A vacinação contra a Covid-19 de pessoas com idades entre 70 e 79 anos chegou a 87,5% dos brasileiros. O quantitativo animador, porém, diz...

Superlaboratório Sirius 'abre as portas' ao público com visita virtual guiada nesta segunda

Evento começa às 10h e apresenta detalhes da maior estrutura científica do Brasil, instalada em Campinas (SP). Acelerador...

Com destaque no setor de serviço, região de Campinas inicia semana com 764 vagas de emprego

Levantamento do G1 mostra como se candidatar para postos de trabalho em 11 cidades. Em Hortolândia, há 120...
- Advertisement -