domingo, abril 18, 2021

Taxa de ocupação em Campinas diminui, mas SUS segue com um leito de UTI Covid livre pelo 4º dia


Variação percentual ocorre por conta da liberação de quatro estruturas na rede privada. Única vaga disponível está alocada no HC, que permanece com atendimentos no PS suspensos. Médica atende paciente em leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid-19
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO
Apesar da taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) exclusivas para Covid-19 ter sofrido uma leve queda, de 95,7% para 94,5%, nesta sexta-feira (12), Campinas (SP) registra somente um leito disponível na rede pública de saúde pelo quarto dia seguido.
A variação percentual ocorre por conta da liberação de quatro leitos na rede privada nas últimas 24 horas. Na rede municipal, porém, a instalação de uma nova estrutura não impediu que os hospitais atingissem 100% de ocupação, com todos os 120 leitos em uso.
Acompanhe, dia a dia, a ocupação de leitos em Campinas
Assim como no dia anterior, a única estrutura vaga no Sistema Único de Saúde (SUS) está alocada no Hospital de Clínicas da Unicamp, mantido pelo estado. A unidade está com os atendimentos de pronto-socorro suspensos desde terça-feira (9) devido à superlotação, e a medida deve ser mantida até segunda (15).
Os leitos estão divididos da seguinte forma:
SUS municipal: 120 leitos, dos quais 120 estão ocupados (100%). Não há leito livre.
SUS estadual: 30 leitos, dos quais 29 estão ocupados (96,67%). Há 1 leito livre.
Particular: 183 leitos, dos quais 166 estão ocupados (90,71%). Há 17 leitos livres.
Novos leitos
Diante do agravamento da pandemia, o HC abre nesta sexta mais 18 leitos de enfermaria exclusivos para pacientes com Covid-19 e programou a conversão de outros 10 de UTI para receber pessoas com coronavírus até a semana que vem.
Reitor da Unicamp, Marcelo Knobel informou que mais 36 leitos, todos de enfermaria exclusivos para Covid-19, serão abertos quando a universidade conseguir contratar mais profissionais de saúde, principalmente enfermeiros. A expectativa é que a liberação seja escalonada, de 18 em 18 estruturas.
Ao menos 45 pacientes com Covid ou suspeita morreram na fila por um leito de UTI em SP
O processo de contratação prevê quatro novos médicos e cerca de outros 40 profissionais, entre enfermeiros e fisioterapeutas. Inicialmente, a informação era de que 70 trabalhadores seriam admitidos, mas esse é o número necessário para instalação dos leitos. Trinta deles são servidores do HC que vão ser remanejados.
VÍDEOS: últimas notícias sobre a região de Campinas
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Médica sanitarista e ex-diretora de Saúde de Campinas, Maria Haydée morre aos 69 anos

Defensora da saúde pública, Haydée também atuou como presidente do Conselho Municipal...

Em um dia, Conexão Solidária arrecada 163 toneladas de alimentos nas regiões de Campinas e Piracicaba

Terceira etapa da campanha organizada pela EPTV e prefeituras ocorreu neste sábado. Doações serão destinadas às famílias em...

Operação toque de recolher fecha 12 estabelecimentos e lacra 1 em Campinas nesta sexta

Balanço divulgado neste sábado (17) pela prefeitura mostra que, de 18 de março, data em que as fiscalizações...

Acidente em Valinhos deixa 5 feridos e mobiliza bombeiros de três cidades

Colisão entre dois veículos ocorreu na Estrada dos Jequitibás. Vítimas, dentre elas uma mulher que estaria grávida, foram...

Covid-19: cresce em 27% o número de vacinas em fase final de estudos

A corrida para o desenvolvimento de vacinas contra Covid-19 teve um aumento de 27% em novos antígenos em etapa final de testes — a...
- Advertisement -