segunda-feira, março 8, 2021

Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 18 de fevereiro de 2021


Veja a atualização em cada município da área de cobertura do G1. Confira as últimas notícias sobre o coronavírus na região
Hellen Souza/Arte-G1
O dia 18 de janeiro de 2021 ficará marcado para sempre na história de Campinas (SP) pelo início da vacinação contra a Covid-19 no município, e no interior do estado de São Paulo, com a imunização de uma técnica de enfermagem do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Um mês depois, a metrópole tem 70.205 pessoas vacinadas, o que corresponde a 5,8% de sua população, estimada em 1.213.792, de acordo com a última atualização do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Para marcar os 30 dias da imunização na cidade, completados nesta quinta-feira (18), o G1 fez um raio-x do período que reúne alívio de quem já conseguiu receber as doses, avaliação positiva da prefeitura com a estratégia adotada, e expectativa do recebimento de mais imunizantes para não ter que interromper a campanha, como já aconteceu em quatro cidades da região, e possibilitar a ampliação dos grupos prioritários.
Casos e mortes
Desde o início da pandemia, já foram contabilizados 166.680 registros positivos da doença e 4.063 mortes nos 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas.
MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil
Coronavírus: veja perguntas e respostas
143,2 mil vacinados
O G1 Campinas acompanha diariamente os números da vacinação contra a Covid-19 divulgados pelo governo do estado. A região tem 143.249 pessoas vacinadas no registro de imunizados desta quinta-feira (18). Veja o número de vacinados por cidade.
Risco no Norte e no Nordeste
Um estudo realizado pela Universidade de Campinas (Unicamp) identificou um risco maior de mortalidade pela Covid-19 entre pessoas com mais de 60 anos no Norte e litoral do Nordeste do país, regiões onde, paralelamente, há maior risco de infecção entre os mais jovens. A pesquisa foi realizada com base em dados divulgados pelo Ministério da Saúde até julho de 2020.
“Era de se esperar que o risco fosse mais alto no Sul e no Sudeste, por ter uma população mais idosa, porém a gente notou que o Norte e o Nordeste, em alguns pontos, tinham áreas com altíssimo risco de mortalidade, mesmo sendo áreas com populações mais jovens”, afirma o professor e pesquisador Everton Emanuel Campos de Lima, principal autor do estudo.
Enterro de vítima da Covid-19 em Manaus (AM)
Reuters/Bruno Kelly
Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus
Arte/G1
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Explicar o óbvio pode ser necessário para conter a pandemia

Nem sempre aquilo que parece óbvio de fato o é. Triste é ver que quem deveria se aprofundar no...

Concessão judicial de benefícios do INSS em Campinas sobe 36% em quatro anos, diz levantamento

Variação é a maior entre as 10 cidades mais populosas das áreas de Campinas (SP) e Piracicaba (SP)....

No dia das mulheres, conheça a 'Rainha dos Insetos'

TG traz a história de Maria Sibylla Merian, mulher de destaque na ciência e nas artes que fez...

Covid-19: SP terá 11 novos hospitais de campanha

O governador João Doria anunciou nesta segunda-feira, 8, a criação de 11 novos hospitais de campanha. As unidades serão distribuídas entre capital, interior e...

Farmacêutica quer trazer nova vacina da China ao Brasil, diz Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) realizou, na manhã desta segunda-feira, 8, uma reunião com os representantes da empresa CanSino Biologicals Inc., responsável pelo desenvolvimento de uma...
- Advertisement -