sexta-feira, abril 16, 2021

Vacina da Johnson: Hospital PUC Campinas começa a imunizar voluntários da pesquisa


Teste de fase 3 recrutou 417 pessoas na região, sendo que as que receberam o placebo agora terão direito à dose única do imunizante. Voluntários com mais de 60 anos serão os primeiros. O que já sabemos sobre a vacina da Johnson contra a Covid-19
O Hospital PUC Campinas começa nesta sexta-feira (12) a vacinar os voluntários da fase 3 de testes da vacina da Johnson & Johnson contra a Covid-19. Serão imunizados os participantes que receberam o placebo na pesquisa. Os primeiros a serem chamados são os que têm mais de 60 anos de idade.
Vacina da Johnson teve eficácia de 66% contra casos moderados e graves de Covid-19
União Europeia autoriza a vacina contra Covid-19 da Johnson & Johnson, a primeira que exige uma única dose
EUA autorizam vacina da Johnson & Johnson contra a Covid-19
Ao todo, 417 voluntários participaram da pesquisa em Campinas. Nesse grupo, o teste apontou que as reações adversas do imunizante Ad26.COV2.S foram poucas, em torno de 2% a 3%, e em sua maioria com sintomas leves em jovens e idosos.
Diferentemente de outras vacinas aprovadas e em uso no combate à Covid-19, o imunizante fabricado pela Janssen, braço farmacêutico da empresa norte-americana, é ofertado em dose única. Em janeiro, a Johnson & Johnson anunciou que a vacina teve 66% de eficácia em prevenir casos moderados e graves. Considerados apenas os casos graves, o nível de proteção foi de 85%.
“Vamos contribuir com a vacinação de 400 pessoas de Campinas e região. Isso é muito importante para nós, principalmente para os voluntários que optaram em participar desta pesquisa, bem como consolidar a credibilidade do nosso Centro de Pesquisa internacionalmente”, destaca, em nota, Danilo Villagelin, diretor do Centro de Pesquisa da PUC Campinas.
A expectativa da equipe é imunizar todos os participantes que receberam o placebo ainda no mês de março.
Profissional de saúde realiza exames laboratoriais de voluntários
Imprensa/Hospital PUC-Campinas
Sintomas leves
A fase 3 da vacina da Johnson & Johnson no Hospital PUC Campinas apontou “sintomas leves” em jovens e idosos.
“As reações adversas foram poucas e, os que tiveram (2% a 3%), foram sintomas leves. Dor de cabeça, mal-estar no corpo e febre. Nos idosos, [os sintomas] não foram maiores do que na população mais jovem. […] Aparentemente, tiveram reações iguais ou até inferiores ao grupo de mais novos., afirma Villagelin.
No país, 27 centros de testagem aplicaram a dose única da Ad26.COV2.S em cerca de 6 mil voluntários. Em todo o Brasil, foram aproximadamente 40 mil pessoas, sendo um terço com mais de 60 anos.
O hospital de Campinas previa 1 mil testados, mas a etapa terminou assim que foi alcançado o número determinado pela farmacêutica americana.
Foram voluntárias primeiro pessoas com idades entre 18 e 59 anos e, depois, foi aberto o cadastro para aqueles acima de 60 anos.
Do total de testados, 20% são profissionais de saúde e 80% são da comunidade em geral.
Além de moradores de Campinas, o estudo também reuniu participantes das cidades de Sumaré, Hortolândia e Jaguariúna.
“Os pacientes, na sua maioria, são pacientes jovens, entretanto, cerca de 35% deles são acima de 60 anos. Isso é um ponto importante, todos nós sabemos que o coronavírus tem sua maior letalidade nas faixas etárias mais altas. Então, é importante a gente entender como essa vacina funciona nos mais velhos.”
Centro de Pesquisa Clínica do Hospital PUC Campinas
Crislaine Gava/Hospital PUC Campinas
Testagem começou em 5 de novembro
O início da testagem foi em 5 de novembro em Campinas. Diferentemente de outras vacinas testadas, foram recrutados profissionais de saúde e também de outras áreas de atuação, pessoas da comunidade em geral.
Os participantes também puderam ter histórico de infecção pelo coronavírus. Gestantes e mulheres em fase de amamentação não foram autorizadas a integrar a pesquisa, assim como pessoas que fazem tratamento para algumas doenças e precisam tomar medicações
Ao todo 6.433 pessoas se cadastraram para participar da triagem da fase 3 no Hospital PUC Campinas.
Primeiros 200 testados
Quando os primeiros 200 voluntários selecionados receberam as doses, o Hospital PUC-Campinas divulgou que as reações apresentadas por alguns dos testados foram mínimas e pontuais, como dor no corpo, mal-estar e febre eventual.
Além de Campinas, o Estado de São Paulo também aplicou testes no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto e no Centro Integrado de Pesquisa do Hospital de Base de São José do Rio Preto.
Fase 3 da vacina da Johnson&Johnson’s ocorre em outros países.
GloboNews/ Reprodução

Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Taxa de reprodução da Covid-19 volta a subir em Campinas, mas segue indicando regressão da pandemia

Metrópole atingiu índice de 0,9 e resultados menores que 1 sugerem que casos...

Emdec bloqueia dois trechos do Jardim Londres para obras da Sanasa neste fim de semana

Bloqueios ocorrem entre as ruas Ferdinando Panattoni e Oswaldo Oscar Barthelson e no cruzamento das vias Geraldo Nogueira...

Shoppings de Campinas reabrem a partir de domingo com horário e capacidade limitada

Estabelecimentos voltam a funcionar das 11h até às 19h, com 25% da capacidade de lotação, após prefeitura anunciar...

Maranhão cria rede de acolhimento a pessoas com sequelas da Covid-19

Pacientes com sequelas da Covid-19 vão contar com um sistema de atendimento na saúde estadual. O governador Flávio Dino anunciou, nesta sexta-feira, a implantação...

Campinas regulamenta permissão para guardas municipais usarem armas particulares em serviço

Portaria publicada nesta sexta-feira regulariza uso de equipamentos considerados 'armas curtas' além da que a corporação fornece aos...
- Advertisement -