domingo, maio 16, 2021

Volta à fase vermelha: Campinas tem baixa movimentação no 1º dia da reabertura do comércio


Comerciantes podem atender clientes na porta, mas somente para retirada de mercadorias; delivery e drive-thru permanecem. Lojas de materiais de construção civil estão liberadas para atender presencialmente. Primeiro dia da fase vermelha tem baixa circulação de pessoas no Centro de Campinas
O primeiro dia do retorno à fase vermelha do Plano São Paulo em Campinas (SP), nesta segunda-feira (12), teve comércios com baixa movimentação de clientes nas ruas do Centro. A mudança no enfrentamento da pandemia da Covid-19 permite a retirada de mercadorias na entrada e também o funcionamento de lojas de material de construção, com capacidade reduzida.
Algumas lojas só abriram as portas mais tarde nesta manhã, outras ficaram com atendimento à meia porta e houve as que permaneceram fechadas. Apesar das restrições ainda severas, deixar a fase emergencial para trás traz um fôlego para os lojistas.
“Não vai permitir a entrada, mas sendo assim já facilita bastante para o consumidor e para o empresário, que a gente consegue vender ao mesmo tempo, atender às necessidades da população e sem ter aglomeração na parte interna da loja”, conta a gerente comercial Edilene Andrade.
“A gente sabe que não é a mesma coisa, mas se a gente conseguir uma margem aí de 25% a 30% já facilita, já ajuda todo mundo”, completa.
Comércio de Campinas reabre com a volta à fase vermelha do Plano SP
Reprodução/EPTV
De acordo com o decreto da Prefeitura de Campinas publicado neste sábado (10), serviços essenciais voltam a funcionar com horário reduzido e lojas de materiais de construção podem receber clientes, setor que percebeu uma queda de 60% nas vendas durante a fase emergencial.
“Piso e revestimento, é essencial a presença da pessoa na loja. Mesmo as louças sanitárias e metais, o vendedor tá indicando como funciona. É uma coisa que vai ficar durante anos na casa da pessoa, então é fundamental a escolha presencial aqui na loja”, afirma o comerciante do ramo de materiais de construção Flávio Hernandez.
Bares e restaurantes só podem trabalhar com serviço de retirada (drive-thru e take away) e delivery, dentro do horário previsto no alvará de funcionamento.
A prefeitura também decidiu manter as barreiras sanitárias, com objetivo de reduzir deslocamentos desnecessários dos moradores no período do toque de recolher e, ainda, entre a metrópole e cidades vizinhas. Veja mais regras abaixo.
O que muda?
Retirada (take away) para todo o comércio, mas sem entrada nas lojas.
Oficinas mecânicas liberadas para reabrir.
Restaurantes de hotéis podem funcionar para atender hóspedes.
Assistência técnica para todos os produtos eletrônicos.
Concessionárias de veículos podem retomar atendimento presencial.
Administração pública segue com restrição de acesso ao Paço, com prioridade ao teletrabalho.
Mantido o toque de recolher e a lacração de comércios irregulares.
Proibição de reuniões de mais de 10 pessoas.
Proibição de festas.
Proibição de missas, cultos e celebrações religiosas em templos e igrejas.
Lojas de materiais de construção reabrem em Campinas com a volta à fase vermelha do Plano SP.
Reprodução/EPTV
Reabertura de escolas tem data
A retomada das atividades presenciais nas escolas será gradual. O retorno nas redes estadual e privada está previsto para 19 de abril. Já para a rede municipal, o início será em 26 de abril. A capacidade é de 35% de alunos no modelo presencial.
Para o ensino superior, somente cursos da área de saúde poderão retornar às aulas presenciais.
As atividades nas pré-escolas municipais serão reiniciadas em 3 de maio. Em todos os casos, a presença dos alunos é facultativa, portanto, não será cobrada.
Toque de recolher
O toque de recolher das 20h até as 5h será mantido; pedestres e motoristas só poderão se deslocar entre esses horários em casos essenciais.
As penalidades da fase emergencial, como multas e lacração de estabelecimentos em casos de festas, aglomerações, reuniões com mais de dez pessoas ou descumprimento das medidas sanitárias.
Rua do Centro de Campinas no primeiro dia de fase vermelha, após a fase emergencial do Plano SP
Reprodução/EPTV
O que NÃO pode funcionar na fase vermelha?
Academias
Celebrações religiosas
Salões de beleza
Cinemas
Teatros
Shoppings, para atendimento presencial
Lojas de rua, para atendimento presencial
Escritórios
Parques
Clubes
Concessionárias
Praias
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Campinas amplia rota da linha 346 a partir desta segunda-feira; veja alteração

De acordo com a Emdec, mudança ocorre para aumentar a circulação do transporte...

Furto de cabos de energia interrompe abastecimento de água em Santo Antônio de Posse

Cabos furtados são da bomba que faz a captação de água no Camanducaia Mirim. DAE não informou previsão...

Senai de Sumaré oferece dois cursos gratuitos de qualificação profissional para pintores

São 48 vagas e inscrições devem ser feitas on-line; aulas acontecerão presencialmente no mês de junho. O prédio...

Coronavírus: prefeituras da região de Campinas confirmam novos casos neste domingo, 16 de maio

Veja números de pessoas infectadas e de óbitos pela doença em cada cidade. Arte coronavírus Comunicação/Globo As prefeituras da região...

Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 16 de maio de 2021

Veja a atualização em cada município da área de cobertura do G1. Confira as últimas notícias sobre o...
- Advertisement -