domingo, maio 9, 2021

4 milhões de doses de Covax Facility chegam ao Brasil neste fim de semana

O Brasil receberá 4 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, importadas por intermédio do consórcio Covax Facility, neste fim de semana. O primeiro carregamento, com 220.000 doses, desembarcou na tarde deste sábado no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. Outra remessa, com 3,8 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, é aguardada para chegar em Guarulhos no domingo, 2, de acordo com o Ministério da Saúde.

O Covax Facility é uma aliança internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS), que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a Covid-19 e garantir acesso igualitário à imunização. O Brasil tem direito a 10,5 milhões de doses. Em março, foi enviado um total de 1 milhão de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, cujos lotes foram fabricados na Coreia do Sul pelo laboratório BK Bioscience.

No total, o fim de semana terá entrega de 10,9 milhões de doses de vacinas. Isso porque, na sexta-feira, 30 de abril, foram entregues 6,5 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), além de 420.000 da CoronaVac, parceria entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac.

Na quinta-feira, 29, o Ministério da Saúde publicou o informe técnico sobre a distribuição dessas 6,9 milhões de doses dentro do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19.

De acordo com o documento, as doses da vacina Oxford/AstraZeneca garantem a vacinação da primeira dose em aproximadamente 1,9 milhão de pessoas de 60 a 64 anos, que já está em andamento, e para o início da vacinação de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente, no total de aproximadamente 3,8 milhões pessoas.

Já as doses da vacina Sinovac/Butantan serão disponibilizadas da seguinte forma: segundas doses para trabalhadores de saúde (181,8 mil pessoas); primeira e segunda doses para forças de segurança e salvamento e Forças Armadas, 70.200 pessoas e 59.800 pessoas, respectivamente; e primeiras doses do excedente populacional do estado de Santa Catarina do grupo de trabalhadores de saúde, suficientes à vacinação de aproximadamente 19.400 pessoas.

A coordenação-geral do Programa Nacional de Imunizações informou que vem recebendo solicitações de adicionais de vacinas contra Covid-19 para oferta aos trabalhadores de saúde e povos e comunidades tradicionais ribeirinhos e quilombolas, alegando divergências nas estimativas utilizadas pelo Ministério da Saúde. As justificativas técnicas e as novas estimativas desses grupos ser enviadas pelos estados até a próxima terça-feira, 4.

Nesse sentido, o estado de Santa Catarina encaminhou a estimava populacional excedente do grupo de trabalhadores de saúde e, por isso, será contemplado com essa entrega adicional, atendendo a 100% de sua estimativa.

(com Agência Brasil)

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Sputnik V: os entraves que ainda dificultam o uso da vacina no Brasil

Nenhum outro fabricante de vacina contra a Covid-19 encampou um embate público tão ruidoso com a Agência Nacional de...

Santo Antônio de Posse oferece palestra gratuita sobre fotografia de rua; veja como participar

Evento acontece no dia 10 de maio, das 18h às 21h, em conferência online. Ao todo, são 100...

Unicamp 2022: comissão divulga prazo para pedidos de isenção; veja critérios

Solicitações podem ser feitas a partir do dia 24 de maio, segundo a universidade. Assim como no ano...

Fogo próximo à linha férrea mobiliza bombeiros em Valinhos; vídeo

Chamas foram controladas rapidamente e ninguém se feriu. Corporação afirma que incidentes como esse são comuns durante o...

Carro capota e deixa duas mulheres feridas na SP-340 em Santo Antônio de Posse

Acidente aconteceu às 13h10 e uma das faixas ficou bloqueada por 30 minutos. Passageiras foram encaminhadas para a UPA de Jaguariúna. ...
- Advertisement -