sábado, março 6, 2021

Anvisa afirma que dará aval para uso emergencial de vacinas em até 10 dias

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou nesta segunda-feira, 14, que terá prazo máximo de 10 dias para concluir as análises de pedidos e emitir a autorização de uso emergencial de vacinas contra Covid-19 no Brasil.

O prazo começa a correr a partir do momento em que as farmacêuticas que entregarem todos os documentos solicitados pela agência. É fundamental que o medicamento passe por ensaios clínicos com voluntários brasileiros e tenha resultados previamente apresentados para a Anvisa.

A titulo de comparação, o pedido de registro (ou seja, autorização total do medicamento, com vacinação em massa), poderia levar até 60 dias.

O pedido emergencial autoriza somente a vacinação em grupos específicos — como idosos e pessoas com comorbidades, por exemplo — e requer que a farmacêutica acompanhe qualquer possível efeito adverso que ocorra com os pacientes.

A Anvisa reiterou que, até agora, nenhuma fabricante de vacina pediu autorização emergencial do uso de seu medicamento no país.

 

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

'Gatos' de energia em Piracicaba e Campinas abasteceria 27 hospitais durante um ano, diz companhia

Crescimento de fraudes na pandemia foi de 138,47% em Piracicaba, e de 14,7%...

Bolsonaro se reúne com comitiva que irá a Israel conhecer spray anti-Covid

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu neste sábado, 6, com a comitiva brasileira que embarcará para Israel para participar de encontros que, entre outros...

Campinas tem cenas de desrespeito às regras da fase vermelha neste sábado; vídeo

Comércio e serviços na região do distrito do Campo Grande estão abertos e há, inclusive, registro de filas e aglomeração. Metrópole informou,...

Brasil comprou vacinas a US$ 3,16; Índia e Bangladesh têm venda privada

6 de março, 11h38: O Brasil tem negociado a compra de vacinas da Pfizer, da Janssen, da Moderna e do laboratório indiano Bharat Biotech...

Caminhoneiro morre após acidente na Rodovia D. Pedro I, em Campinas

De acordo com a concessionária, os motivos do acidente ainda não foram identificados. Motorista morreu no final...
- Advertisement -