domingo, fevereiro 28, 2021

Brasileiros que prometeram emagrecer torcem para lockdown de academias

As tradicionais promessas de ano-novo também foram afetadas pela pandemia. Primeiro, porque os “quilos da quarentena” pegaram todos desprevenidos. “Fiquei preocupada quando nem a minha máscara estava cabendo mais”, disse a contadora Milene Souza, que está de home office desde março.

A vontade de entrar em forma se choca, no entanto, com uma velha conhecida: a preguiça. Quem assumiu o compromisso público de mudar de hábitos passou a fazer campanha pelo lockdown que feche academias. “Acho melhor fazer aula on-line. Quando o professor passa um exercício que não consigo fazer, posso adaptar. Por exemplo, ontem ele passou um agachamento que adaptei fechando o laptop e tomando sorvete”, disse Milene.

Publicado em VEJA de 13 de janeiro de 2021, edição nº 2720

Ultimas Notícias

Guarda faz 'escolta' de porco para evitar acidente em avenida de Americana; vídeo

Animal foi acompanhado por viatura até uma área descampada. Dono não foi localizado....

Rosa Weber manda Ministério da Saúde custear leitos de UTI

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que o Ministério da Saúde volte a custear leitos de UTI para pacientes com...

Funcionário de lanchonete fica ferido após ser baleado durante roubo em Americana, diz SSP

Crime ocorreu em estabelecimento da Cidade Jardim, na noite de sábado, e dona do estabelecimento precisou entregar dinheiro. Ninguém foi preso e...

STF confirma prazo de 5 dias para União detalhar prioridade na vacinação

O Supremo Tribunal Federal confirmou a liminar dada pelo ministro Ricardo Lewandowski que determinou o prazo de cinco dias para que o governo federal apresente detalhes sobre...

Grupo de teatro realiza apresentações de bonecos gigantes em Hortolândia

Evento acontece nesta segunda (1º) e quinta-feira (4); participação é gratuita. Projeto 'Bonecos Gigantes' pelas pelas ruas de...
- Advertisement -