domingo, maio 9, 2021

Contra ‘guerra política de Bolsonaro’, governadores se unem por vacina

João Doria e outros governadores avaliam formar um consórcio de estados para garantir a distribuição da CoronaVac no país, caso o governo resista a fornecer o imunizante pelo SUS. A fase de testes termina dia 15.

Trata-se da primeira vacina a chegar nessa etapa, mas o governo só mostrou interesse em negociar com o governador de São Paulo a compra das doses do Instituto Butantan na quinta. A lentidão do Ministério da Saúde levantou entre os governadores a suspeita de que Eduardo Pazuello atuaria em nome de Jair Bolsonaro para estimular a luta politica dos estados pela vacina.

Os governadores entenderam o recado e tratam de buscar a união. “Se Bolsonaro acha que transformará a vacina em uma guerra política, está muito enganado. Se o governo não fornecer a vacina pelo SUS aos estados, nós o faremos. Não vamos deixar a população sem vacina por causa de questões políticas”, diz um governador ao Radar. 

Ultimas Notícias

Sputnik V: os entraves que ainda dificultam o uso da vacina no Brasil

Nenhum outro fabricante de vacina contra a Covid-19 encampou um embate público tão ruidoso com a Agência Nacional de...

Santo Antônio de Posse oferece palestra gratuita sobre fotografia de rua; veja como participar

Evento acontece no dia 10 de maio, das 18h às 21h, em conferência online. Ao todo, são 100...

Unicamp 2022: comissão divulga prazo para pedidos de isenção; veja critérios

Solicitações podem ser feitas a partir do dia 24 de maio, segundo a universidade. Assim como no ano...

Fogo próximo à linha férrea mobiliza bombeiros em Valinhos; vídeo

Chamas foram controladas rapidamente e ninguém se feriu. Corporação afirma que incidentes como esse são comuns durante o...

Carro capota e deixa duas mulheres feridas na SP-340 em Santo Antônio de Posse

Acidente aconteceu às 13h10 e uma das faixas ficou bloqueada por 30 minutos. Passageiras foram encaminhadas para a UPA de Jaguariúna. ...
- Advertisement -