quarta-feira, fevereiro 24, 2021

CoronaVac: Avião com insumos para 8,6 milhões de doses chega a SP

Chegou ao Brasil, no fim da noite de quarta-feira, 3, o avião vindo da China com insumos suficientes para a fabricação de 8,6 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19. A aeronave, que saiu de Pequim na terça-feira 2, trouxe 5,4 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), produto necessário para a fabricação do imunizante, e pousou no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) por volta das 23h46.

Esse é o primeiro lote de insumos que o Instituto Butantan recebe neste ano. Segundo a autarquia, as vacinas produzidas com a matéria-prima desembarcada nesta quarta-feira começarão a ser entregues ao Ministério da Saúde no dia 25. O material deve deixar o terminal com destino a capital paulista na manhã desta quinta-feira, 4, após inspeção.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o secretário de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, e o direto do Instituto Butantan, Dimas Covas, acompanharam o desembarque do produto. Covas comemorou a chegada do insumo e comentou o planejamento para recebimento de novas remessas.

“É uma satisfação enorme ajudar o país nesse momento. Vamos ter, obviamente, algumas dificuldades por esse caminho, mas vamos trabalhar para que essas vacinas sejam disponibilizadas o mais rápido possível”, afirmou.

“Vão chegar mais insumos na semana que vem, no dia 10, e até o final do mês esperamos mais 10 mil litros. Então não pararemos até entregar todo o quantitativo de 100 milhões de doses, que deve ser até agosto, começo de setembro”, acrescentou.

O governador João Doria ressaltou a importância de ter mais vacinas disponíveis à população: “Nós torcemos e pedimos para que mais vacinas sejam disponibilizadas para atender mais brasileiros em todo Brasil. Quanto mais rápido vacinarmos, mais rápido sairemos da crise, mais rápido a economia retoma.”

Continua após a publicidade

De acordo com o governo do estado de São Paulo, mais uma carga com 5,6 mil litros de IFA deverá chegar ao Brasil até o dia 10 de fevereiro, o que possibilitará a produção de mais 8,7 milhões de doses em São Paulo.

Somadas, as cargas, recebidas hoje e que chegarão no dia 10, permitirão a fabricação de 17,3 milhões de doses da vacina. A previsão do Butantan é que a produção de vacinas contra a Covid-19 alcance até 600 mil doses diárias com a chegada das remessas de matéria-prima.

A CoronaVac foi a primeira vacina a ser aplicada no Brasil, em meados de janeiro. De acordo com os estudos, sua eficácia geral é de 50,38%, considerada suficiente por órgãos mundiais de saúde. Para casos leves, o imunizante tem eficácia de 78%, além de ser 100% eficaz contra casos graves, internações ou mortes.

(com Agência Brasil)

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Agentes apreendem droga sintética escondida na sola de tênis enviado ao CPP de Campinas

O calçado foi enviado pelos Correios supostamente pelo pai de um de um...

Campinas registra 88,4% de ocupação em UTIs Covid e SUS municipal segue com vagas só para grávidas

Balanço aponta que 252 das 285 estruturas estão ocupadas; há 33 instalações de terapia intensiva exclusivas para coronavírus...

Campinas registra mais 10 mortes por Covid-19 e chega a 1.836

Com sistema do Ministério da Saúde fora do ar, boletim desta quarta (24) informa que foi possível notificar...

Frente de prefeitos diz que negocia direto com farmacêuticas vacinas de Covid para reforçar plano nacional de imunização

Presidente da entidade, Jonas Donizette disse que mira Sputnik e Pfizer. Laboratório americano afirmou que só negocia com...

Polícia Civil prende fazendeiro suspeito de roubar 40 cabeças de gado em Santo Antônio de Posse

Animais foram levados de cinco lotes vizinhos à fazenda onde o homem reside com a irmã. Ele também...
- Advertisement -