terça-feira, abril 13, 2021

Dinamarca, Islândia e Noruega suspendem uso da vacina da AstraZeneca

Noruega, Dinamarca e Islândia suspenderam o uso da vacina contra Covid-19 desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford. A decisão é temporária e está ligada à analise de episódios de coágulos sanguíneos em pessoas vacinadas nesses países. A rigorosa agência de saúde da união europeia, EMA, disse anteriormente que não existe indicação que o imunizante seja a responsável pelo ocorrido.

A Dinamarca anunciou nesta quinta-feira, 11, a suspensão que seria de 14 dias para que os casos sejam avaliados. Entre as suspeitas, há uma vítima fatal. A agência local afirma que neste ponto ainda é “muito cedo para conectar esses acontecimentos ao uso da vacina”.

A reguladora de saúde da Noruega também relatou casos de coágulos sanguíneos, sobretudo entre idosos — que naturalmente tem complicações de saúde, conforme destacou no comunicado. A agência afirmou que irá analisar rigorosamente o caso, mas esclarece que mesmo sendo um efeito adverso da vacina, isso não deve causar pânico entre os imunizados, pois a condição é “extremamente rara”.

Em nota obtida pela reportagem de VEJA, a AstraZeneca afirmou que está ciente da declaração feita nesta quinta pela Agência Regulatória de Saúde da Dinamarca de que atualmente está investigando potenciais efeitos adversos relacionados à vacinação contra Covid-19.

“A segurança do paciente é a maior prioridade para a AstraZeneca. Os órgãos reguladores têm claros e rigorosos padrões de segurança para a aprovação de qualquer novo medicamento, e isso inclui a vacina Covid-19 AstraZeneca”, diz o documento. A farmacêutica conclui afirmando que “a segurança da vacina foi amplamente estudada em ensaios clínicos de Fase I, II e III, e os dados revisados por consultores externos confirmam que a vacina foi geralmente bem tolerada”.

A vacina da AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford é a principal aposta do Ministério da Saúde para a campanha de vacinação de 2021 no Brasil. Ao todo, são 222 milhões de doses garantidas.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Região de Campinas tem 51 mil aptos à tarifa social de energia, mas que estão fora do cadastro

Levantamento mostra que famílias que se enquadram nos critérios do benefício deixam de...

Após semanas lotados, hospitais privados de SP têm queda nas internações

A pandemia do coronavírus parece apresentar sinais de melhora no estado de São Paulo. Na sexta-feira, 9, o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, revelou...

Campinas registra déficit de 12 mil doses de vacina contra a Covid para profissionais da saúde

Secretaria de Saúde enviou ofício pedindo o envio de mais doses, além de destacar que possui capacidade para...

Caminhão perde freio e atinge postes e muro de casa em Campinas

De acordo com a Polícia Militar, ninguém ficou ferido durante a ocorrência na Vila Aeroporto. Caminhão perdeu o...

Lentidão na aplicação de doses lota posto de imunização contra Covid-19 em Campinas

Prefeitura afirma que sistema de agendamento apresentou instabilidades, o que gerou espera. Morador relata demora de até uma...
- Advertisement -