terça-feira, março 2, 2021

Doria recua e fase vermelha na capital valerá a partir de segunda

O governador de São Paulo, João Doria, recuou em parte de sua decisão de colocar a capital paulista em fase vermelha a partir desta sexta-feira, 22. Agora, a mudança acontecerá à meia-noite de domingo para segunda-feira. A pressão de donos de bares e restaurantes, que protestaram contra a mudança, inclusive com manifestação em frente ao Palácio dos Bandeirantes, pesou na decisão do governador.

Diante do aumento de casos no estado, o governo paulista anunciou a regressão para a fase vermelha de todos os municípios do Estado, com fechamento dos estabelecimentos não essenciais as 20h durante a semana e durante todo o dia e a noite nos finais de semana. A reclassificação entra em vigor dia 25 de janeiro e vale até 7 de fevereiro. Com isso, o governo pretende restringir todas as atividades consideradas não essenciais e conter o avanço da pandemia que, só nos 21 dias de janeiro já causou 39% mais mortes em comparação com dezembro.

+ Siga o Radar Econômico no Twitter

Ultimas Notícias

Bolsonaro veta prazo de cinco dias para Anvisa aprovar vacinas

O presidente Jair Bolsonaro vetou nesta segunda-feira, 1º, para adequação à constitucionalidade e ao interesse público, o dispositivo que...

JBS abre 160 vagas para recém-formados em 38 cidades; veja lista

Relação de municípios inclui Amparo (SP), Jaguariúna (SP), Nova Veneza (SC), Brasília (DF) e Itapiringa (SC). Oportunidades são...

Hospital Sobrapar registra maior fila de espera por cirurgias de crânio e face em quatro décadas

Unidade sofre sobrecarga por conta da pandemia, já que outros centros estão dedicados ao enfrentamento da Covid-19; além...

Reclamações para Sanasa crescem 93,4% e valor da conta é principal motivo, diz levantamento

Em um ano, total de queixas recebidas por empresa responsável pelos serviços de água e saneamento em Campinas...

Participação e informação para evitar o colapso

A atual situação do Brasil na pandemia de Covid-19 em termos de contágio, mortes e saturação dos sistemas de saúde (público e privado) já...
- Advertisement -