quinta-feira, março 4, 2021

Esperando dia D e hora H, brasileiro vive momento de M

Desde março com o C na mão, o Brasil assiste todos os dias a mais um capítulo da série de terror em que se transformou a vida nacional. Na semana passada, o cidadão que está vivo e ainda tem um mínimo de discernimento assistiu, P da vida, a mais uma fala irritadiça e impaciente do general da Saúde, Eduardo Pazuello.

Falando à imprensa como quem fala aos soldados do campo inimigo, o ministro que acredita piamente estar fazendo algum favor aos brasileiros marcou o início da vacinação num calendário fictício, a hora H do dia D, mostrando que o país vive um momento M e tem um governo classe Z que nunca entende o X da questão. Segundo fontes, quase chegou a dizer que a vacina estaria disponível no dia 30 de fevereiro — piada que seu chefe certamente aprovaria. Tá F.

Publicado em VEJA de 20 de janeiro de 2021, edição nº 2721

Ultimas Notícias

Sanasa interrompe fornecimento de água em quatro bairros de Campinas nesta quinta

Obras acontecem das 8h às 17h. Recomendação é de que moradores façam a...

Hortolândia antecipa fase vermelha e endurece restrição na circulação de pessoas entre 20h e 5h

Decreto publicado nesta quarta-feira permite abertura apenas de serviços essenciais durante o dia e, no período noturno, somente...

Com aumento de internações, Campinas enfrenta dificuldades para ampliar leitos de UTI Covid

Nº de internações pela doença nos sistemas público e particular cresceu 41% na metrópole entre janeiro e março...

Caminhoneiro morre atropelado durante manifestação em rodovia de Paulínia, SP

Motorista de 40 anos participava de protesto na Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332). Caminhoneiro é atropelado e morto...

Vídeo flagra motociclista em movimento sendo atingido por galho em Campinas; assista

Acidente ocorreu na tarde desta quarta-feira (3), no Jardim Campos Elíseos. Vítima sofreu ferimentos leves, segundo testemunhas. ...
- Advertisement -