domingo, fevereiro 28, 2021

EUA aprovam teste caseiro inédito contra Covid-19

A FDA, agência que regula medicamentos nos Estados Unidos, aprovou o uso emergencial de um teste caseiro inovador contra a Covid-19. O exame é o primeiro capaz de detectar uma infecção ativa que pode ser comprado sem receita médica e entrega os resultados completos ao usuário em apenas 15 minutos.

Funciona assim: o kit do teste inclui um cotonete especial, que permite aos usuários coletar uma amostra de dentro do nariz (como o swab, utilizado no PCR); um líquido que o usuários adicionam à amostra e um pequeno dispositivo de plástico que se parece com um teste de gravidez caseiro onde os usuários colocam a amostra embebida no líquido. Esse processo demora alguns minutos e os resultados são transmitidos sem fio para um aplicativo de smartphone em cerca de 15 minutos. O teste pode ser usado por adultos e crianças acima de 2 anos de idade.

Os usuários podem compartilhar os resultados do teste em tempo real com profissionais de saúde, empregadores e escolas para um rastreamento eficiente da Covid-19 eficiente. “A autorização de hoje é um marco importante nos testes de diagnóstico para Covid-19”, disse o comissário da FDA, Stephen Hahn, em um comunicado anunciando a autorização. De acordo com a empresa, o teste será vendido a partir de janeiro por cerca de 30 dólares, equivalente a 153 reais.

Desenvolvido pela Ellume USA LLC, Valencia, Califórnia, com o apoio da Iniciativa de Aceleração Rápida de Diagnóstico (RADx) do NIH, o novo teste detecta proteínas do vírus chamadas antígenos. Um resultado positivo, neste caso, significa que a pessoa está infectada. O que difere dos testes rápidos realizados no Brasil, que detectam anticorpos e indicam se a pessoa já teve contato com o vírus. Por aqui, o exame mais usado para detectar uma infecção ativa é o PCR, que identifica o material genético do vírus e só pode ser realizado em laboratórios especializados.

Nos Estados Unidos, a FDA já havia autorizado outros testes que permitem que as pessoas coletem amostras em casa. Mas esses testes exigem que as pessoas enviem a amostra a um laboratório e esperem pelos resultados ou receita para realizar a compra.

Para obter a autorização, a empresa avaliou a eficácia do teste em amostras de 198 adultos e crianças residentes de cinco estados americanos. Os resultados mostraram que o teste tem 96% de precisão. De acordo com a FDA, os testes de antígenos tendem a ser menos precisos do que o PCR e podem deixar passar mais pessoas infectadas, dando resultados falsos negativos.

“O fato de que pode ser usado completamente em casa e retornar os resultados rapidamente significa que pode desempenhar um papel importante na resposta à pandemia”, disse Jeff Shuren, diretor do Centro de Dispositivos e Saúde Radiológica da FDA, no comunicado.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Câmeras de segurança registram ação de suspeitos durante furto a loja de informática em Itapira

Ação da dupla causou um prejuízo de R$ 6 mil, segundo a proprietária....

Vizinhança se mobiliza para ajudar moradores do Jardim Samambaia após chuva forte em Campinas

Pelo menos 18 famílias ficaram desabrigados após a chuva que atingiu a cidade na sexta-feira (26), segundo a...

Covid-19: família de idoso registra boletim de ocorrência após falha durante vacinação em Vinhedo

Moradora relatou que enfermeira inseriu seringa vazia no braço do homem. Profissional de saúde foi ouvida na delegacia...

Campinas estuda acordo emergencial a 2 meses para fim de contrato do transporte público

Prefeitura avalia melhor formato para prestação do serviço após 29 de abril. Após ficar suspensa, nova licitação teve...

Covid-19: 91% dos brasileiros acreditam na eficácia das vacinas

Um estudo realizado pelo Instituto Locomotiva em parceria com a empresa de programa de fidelização Dotz aponta que 91% dos brasileiros acreditam que as...
- Advertisement -