segunda-feira, março 1, 2021

Julgamento sobre contratações na Saúde está parado no STF há oito meses

A ação que discute os limites da competência do Judiciário para determinar obrigações ao Executivo para a contratação de servidores e execução de obras na área da Saúde está parada há oito meses no Supremo Tribunal Federal.

O caso começou a ser analisado em maio, quando o relator, ministro Ricardo Lewandowski votou a favor da possibilidade de o Judiciário impor obrigações na área da Saúde — mas foi interrompido após pedido de vista do ministro Luís Roberto Barroso.

Autor da ação que discute a matéria, o Ministério Público do Rio de Janeiro apresentou, ainda em maio, uma petição a Barroso para que o caso voltasse a ser julgado o mais rápido possível. O julgamento ocorre de maneira virtual.

“A atuação do Poder Judiciário para a garantia efetiva do direito fundamental à saúde revela-se ainda mais importante no momento no qual vivemos uma das maiores crises da história, em razão da pandemia de Covid-19”, disse o órgão ao Radar.

A questão chegou ao STF por meio de uma ação civil pública ajuizada há mais de 12 anos para tentar reverter a carência de médicos e pessoal técnico do Hospital Municipal Salgado Filho, no Rio de Janeiro. 

“A pandemia agravou ainda mais esse cenário, ao invadir o organismo precário e sucateado da rede pública de saúde, deflagrando, no caso do Município do Rio de Janeiro, uma tragédia há muito anunciada, mas que agora toma contornos de verdadeira hecatombe, levando à morte de pessoas em proporções avassaladoras.”, apontou o MPRJ.
Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Coronavírus: prefeituras da região de Campinas confirmam novos casos nesta segunda, 1º de março

Veja números de pessoas infectadas e de óbitos pela doença em cada cidade....

Conheça a tiriba-grande, ave inofensiva que é 'manchada de sangue'

Espécie da mesma família das araras, papagaios e periquitos encontra-se ameaçada de extinção. A tiriba-grande é a mais...

Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 1 de março de 2021

Veja a atualização em cada município da área de cobertura do G1. Confira as últimas notícias sobre o...

Shoppings reduzem horários de funcionamento após Campinas regredir para fase laranja

Estabelecimentos podem funcionar por até oito horas diárias, a partir desta segunda. Plano SP determina ainda capacidade de...

Covid-19: Campinas começa a vacinar 13 mil idosos com mais de 80 anos

Agendamento para imunização a partir desta segunda (1) teve início na manhã de sábado, pela internet, e moradores...
- Advertisement -