terça-feira, junho 15, 2021

Oxford: 5 mil brasileiros já receberam a vacina — e sem efeitos graves

Segue em ritmo acelerado os testes da chamada vacina de Oxford no Brasil. Até agora pelo menos 5.000 voluntários receberam doses do fármaco — ou medicamento placebo — e não apresentaram qualquer efeito adverso grave. De acordo com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) os estudos avançam bem, sem intercorrências. O imunizante é desenvolvido pela farmacêutica Astazeneca em parceria com a Universidade de Oxford.

Há menos de um mês, os testes da vacina no Brasil chegaram a ser suspensos por alguns dias por suspeita de que o fármaco teria causados efeitos adversos graves em uma voluntária no Reino Unido. Após análises de um comitê independente de segurança, foi indicado que as aplicações continuassem normalmente. O estudo foi retomado no dia 14 de setembro, quando havia 4.600 pessoas já vacinadas. Ou seja, em pouco mais de duas semanas, o incremento de novos voluntários vacinados foi de cerca de 10%.

LEIA TAMBÉM

Remédio para diabetes pode ajudar no tratamento da Covid-19

Atualmente, a vacina é testada em cinco estados brasileiros. São eles: Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Ao todo, são 10.000 voluntários fazendo parte dos esforços científicos no Brasil.

Continua após a publicidade

Na última quinta-feira, 1º, a Astrazeneca e a Universidade de Oxford enviaram à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) os documentos iniciais para que o registro da vacina seja realizado. Trata-se de um processo contínuo que pode acelerar a liberação do imunizante à população. Mas isso só ocorrerá, é importante dizer, quando os laboratórios conseguirem comprovar a segurança e eficácia do medicamento.

Dados da epidemia

Nesta sexta-feira, 2, o Brasil registrou 27.272,9 casos e 693 mortes em decorrência da Covid-19. Estes números dizem respeito à média móvel semanal de notificações realizadas pelas secretarias regionais junto ao Ministério da Saúde (veja a série completa no gráfico abaixo). O cálculo considera os dados dos últimos sete dias somados e divididos por sete. Deste modo é possível avaliar o avanço ou desaceleração da pandemia pois atenua-se os atrasos de notificações naturais ao final de semana.

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

 

 

 

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Campinas tem déficit de 47% no efetivo da Polícia Civil, aponta sindicato

Balanço compreende todos os cargos, entre eles delegado, investigador e escrivão. Segundo a...

Polícia Militar detém casal por tráfico de drogas em Indaiatuba

Ocorrência foi no Jardim Morada do Sol. De acordo com a Polícia Militar, os dois estavam com porções...

Escola tem cartazes colocados em protesto por ataques a aluno após sugestão de trabalho com tema LGBT: 'Ou aceita ou respeita'

Objetos foram colocadas na manhã desta terça na fachada da Escola Estadual Aníbal de Freitas. Polícia investiga o...

Empresa de transportes abre 142 vagas de emprego na região de Campinas em 37 cargos; veja áreas

Entre os benefícios oferecidos estão ticket-refeição, cesta básica e convênio médico. Confira a lista completa de oportunidades. Região...

Vacina contra Covid-19: Indaiatuba abre cadastro para pessoas com mais de 18 anos

Cronograma acompanha Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde e contempla maiores de 18 anos sem problemas...
- Advertisement -