segunda-feira, março 8, 2021

Pacientes de Manaus enviados para Teresina estão em área isolada

Por conta do desabastecimento de oxigênio em Manaus, capital do Amazonas, fez se necessário transferir pacientes para outras regiões brasileiras. O primeiro grupo a sair do estado foi encaminhado ao Hospital Universitário em Teresina, capital do Piauí. Os nove pacientes chegaram ao estado por volta das 12h.

De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Saúde de Teresina, Gilberto Albuquerque, esses pacientes estão em uma ala separada de outros pacientes com Covid-19 no Hospital Universitário da ciadade. “Dois deles precisaram ser encaminhados à UTI, os outros cinco estão em leitos de enfermaria”, diz. De acordo com ele, o setor de pessoas infectadas com o novo coronavírus já é totalmente afastado de outras dependências do hospital, para evitar o contágio de outros pacientes. “Eles devem ficar no hospital por pelo menos cinco dias e farão os exames necessários”, diz Albuquerque.

A separação dos outros pacientes, mesmo os com Covid-19, têm uma razão justificada: o receio de disseminação de uma nova variante da Covid-19 detectada na região e responsável por uma reinfecção do novo coronavírus no país, conforme confirmou o Ministério da Saúde.

O translado de pacientes entre duas regiões, anda que absolutamente necessário neste momento, deve ser manejado com cautela, diz o pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz e professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Julio Croda. “É preciso encontrar o equilíbrio em responder essa urgência de saúde, mas com todos os cuidados que evitem a transmissão dessa cepa, que é sim algo que inspira preocupação”, afirma o infectologista.

Algumas pesquisas preliminares apontam que a variante é mais transmissível, o que é mais preocupante diante de uma emergência de saúde pública. “O número de mortes aumenta exponencialmente quanto mais transmissível for a variação do vírus, portanto, é preciso fazer controle e monitoramento dessas transferências”, afirma o especialista.

Nesta sexta-feira, 15, o Brasil chegou à média móvel de 953,3 mortes 53.804,7 casos da Covid-19.

!function(e,t,s,i){var n=’InfogramEmbeds’,o=e.getElementsByTagName(‘script’),d=o[0],r=/^http:/.test(e.location)?’http:’:’https:’;if(/^/{2}/.test(i)&&(i=r+i),window[n]&&window[n].initialized)window[n].process&&window[n].process();else if(!e.getElementById(s)){var a=e.createElement(‘script’);a.async=1,a.id=s,a.src=i,d.parentNode.insertBefore(a,d)}}(document,0,’infogram-async’,’//e.infogr.am/js/dist/embed-loader-min.js’);

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Indaiatuba fecha creche por 14 dias após três monitoras testarem positivo para Covid-19

Prefeitura informou que medida tem como objetivo evitar um surto na unidade, já...

DIG prende 4 homens por violência doméstica e dívida com pensão alimentícia em Americana

Prisões fazem parte de Operação Resguardo, deflagrada nesta segunda (8), Dia Internacional da Mulher. Os quatro suspeitos foram...

Campinas tem 300 leitos ocupados e registra maior nº de internados em UTIs Covid em seis meses

Cidade atingiu a marca pela última vez em 17 de agosto de 2020, quando 301 pessoas estavam em...

Covid-19: Campinas registra mais 17 mortes e vai a 1.944; casos positivos chegam em 72 mil

Vítimas são nove homens e oito mulheres, segundo dados divulgados nesta segunda (8) pela prefeitura. Boletim indica mais...

Canário ‘ocupa’ ninho de japu exposto em museu de educação ambiental de Arceburgo (MG)

Fotos e vídeos mostraram toda a ação da ave que criou filhotes no local; espaço estava fechado para...
- Advertisement -